sexta-feira, julho 28, 2006

The Perfect Sunday

Finalmente arranjei um tempinho pra escrever. Na verdade agora deveria estar editando umas fotos mas lá vai.

Receita para o show perfeito:

- Coloque 20 mil pessoas num anfiteatro natural (Hollywood Bowl).
- Adicione 50 amigos. Mantém a energia elevada.
- Leve uma cesta de pic-nic com uma garrafa enorme de vinho.
- Distribua glow sticks para toda a platéia.
- Ponha no palco 3 bandas ideais pra esse ambiente.

Pronto!

Domingo passado talvez tenha sido uma das melhores experiências de show que já tive. Se você um dia tiver a oportunidade de assistir um show do Flaming Lips por favor, vá! Mesmo que você não goste da música, eu garanto que a performance já vale o ingresso.

Os Mutantes

Tocaram metade em inglês, metade em português. Eu estava na maior ansiedade pra assisti-los e foi super legal mas preferia ter assistido num lugar menor e 100% em português. Mesmo assim, vi muita gente curtindo. Geralmente a banda que abre não tem muito público mas dessa vez estava cheio. Cadê a Rita Lee?
adendo: Fiquei aqui pensando sobre esse show e olhando os websites deles. Por mais que eu goste de Mutantes, não sei, acredito que toda a banda tem seu momento, sua energia e depois de 30 anos, não tem como ser a mesma coisa. Era uma música feita por quem tinha 20 anos e muitos sonhos, nos anos 60. Foi a música certa no momento certo. Não tem como resgatar isso em 2006.

Thievery Corporation

Pra mim, foi a grande surpresa da noite porque eu nunca tinha escutado e superou demais as minhas expectativas. Que tipo de música? Downtempo. Do jeito que eu gosto. Algumas músicas são meio latinas, outras hip-hop, outras indianas e a cada música, a participação especial de um cantor. Preciso comprar o CD.

Flaming Lips

Este foi o segundo show que eu assisti deles e confesso que não sou muito fã da música mas o show... caramba!! Eles sempre preparam não uma mas várias surpresas. Primeiro colocaram 20 mulheres de cabelo verde e com o corpo pintado andando pelo anfiteatro distribuindo glow sticks. Na hora do show deles, cada fila tinha feito mais de 50 metros de "corda" de glow sticks. O começo do show já parece um grand finale. De um lado do palco, talvez uns 40 Papai-Noéis, do outro uns 40 alienígenas. Ele começa o show caminhando dentro de uma bolha. Durante a segunda música foram jogadas dezenas de bolas gigantes na platéia. E finalmente no meio do show, ele fala pra todo mundo jogar os glow-sticks. Gente! Foram 10 minutos de chuva de glow-sticks. Foi muito legal ver aquelas luzinhas de um lado pro outro.
É por isso que eles são convidados pra tocar em todos os festivais porque interagem o tempo todo com o público. Muito divertido!!!

8 comentários:

  1. Que showzão! Volta por cima. Manda ver. Ah, sobre a idéia do muro: os russos tentaram em Berlin e deu no que deu. Israel tá tentando agora. Totalmente equivocado. Acho que o caminho é unir, não separar. Miscigenar, fazer uma bela salada. Mas que é complicado, leva tempo. Tem muito a avançar ainda, pelos dois lados. Se puder, veja "Paradise Now". Filme muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Eu não acho que o muro seja o ideal mas infelizmente parece a única solução neste momento. Talvez um dia palestinos e judeus não se odeiem naquela região mas agora a convivência pacífica parece improvável.
    Berlim foi diferente. Não havia questão religiosa ou terrorismo. Palestinos e judeus NÃO querem viver juntos, só querem o território. No caso da Alemanha, famílias foram separadas. Foi "proteção ideológica", uma decisão meramente política.

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo sobre os Mutantes. Impossível resgatar o velho feeling. Eu fui assistir um show de um ex-integrante do Pink Floyd e percebi que, apesar de ter gostado, era tudo pura ilusão para fãs inveterados. A descrição do show do Flaming Lips me lembrou muito o show do Beck que fui assistir em 2002. Pra mim show tem que ter algo de espetáculo, além da música.

    []s

    ResponderExcluir
  4. Megui, desculpe a ignorância, mas o que são glow sticks?
    Não vou procurar no Google que é pra podermos ficar quites!
    Te respondi sobre a Ponte lá no blog. BEIJOS

    ResponderExcluir
  5. Glow stick são aqueles brinquedinhos de ravers. Aqueles pauzinhos de plásticos que são fluorescentes e brilham no escuro por algumas horas.

    ResponderExcluir
  6. menina, por ppouco a gente n~ao se cruza, eu estava lá e como sempre acho que o Flamming Lips é um total Mus See. Já sobre os Mutantes... era uma banda cover dos Mutantes. Achei um vexame, morri de vergonha.

    ResponderExcluir