quarta-feira, abril 19, 2006

cuidado com bacterias

Eu passei minha infância toda acampando e sempre achei esse negócio de limpeza extrema meio esquizofrênico. Mas eu subestimei o poder das bactérias. Limpem bem seus machucados, não comam carne mal cozida, até mesmo coisas simples como essa podem salvar sua vida.

Primeiro foi o Flor, um conhecido da época de movimento estudantil que morreu há uns meses por causa de uma pneumonia causada por uma bactéria.
Depois o Jerry Curl, um amigo que passou um mês na UTI e passou por duas cirurgias. Começou com um pequeno machucado e a bactéria atingiu o corpo todo. Ele ficou a base de morfina e se não fosse a tecnologia do sistema de saúde americano, ele não teria sobrevivido. Foi por pouco.
E por último, a Nathan, minha amiga de faculdade morreu ontem por causa de problemas no coração causados por uma bactéria. Muito triste! Essa menina tinha uma alegria, um sorriso tão lindo! Ela era aquele tipo de pessoa que você só vê qualidades.

Todos eles eram muito saudáveis e tinham entre 27 e 31 anos.

Por isso, meus amigos, se cuidem.

3 comentários:

  1. Nossa, Megui, que triste. Meus sinceros sentimentos! Realmente, de dar medo!

    ResponderExcluir
  2. Vixe! eu tambem nao sou de me preocupar muito com essas coisas, mas basta aparecer uma dorzinha que ja vou me cuidar, nao da' pra brincar com saude...

    Beijao e adorei saber que voce le o SdeE todo dia :-) tambem venho aqui toda vez que tem post novo (monitoro pelo Blogline!)

    ResponderExcluir